Só Alma apresenta

Na maior pandemia deste século, milhares de desempregados estão se tornando entregadores de aplicativo para sobreviver. Submissos a um sistema de exploração, buscam melhores condições de trabalho enquanto lidam com suas duas maiores preocupações: o covid-19 e a fome.

A quarentena escancarou o abismo social. Milhares de pessoas são forçadas a se arriscar diariamente em rotinas que já eram longas e exaustivas antes da pandemia. Com o surto, sua situação torna-se mais difícil, com menos remuneração e déficit em equipamento de segurança e prevenção a doenças. É importante dar visibilidade a essa classe de trabalhadores que começa a engatinhar rumo a uma mobilização global ao mesmo tempo em que lutam para não se tornar novos vetores de contágio.